quarta-feira, 10 de junho de 2015

A memória



de outra data:

a liberdade também se escreveu

com flores.

Sem comentários:

Enviar um comentário